comunicação > notícias > ver na íntegra
Durante a Semana Nacional de Trânsito, Diza Gonzaga é a convidada especial do Mulheres de Trânsito
Eurico Salis | FTMG
23/09/2020
Diza é a convidada do “Mulheres de Trânsito”
Brenda Parmeggiani | Comunicação Vida Urgente
Durante a Semana Nacional de Trânsito, de 18 a 25 de setembro, acontece uma programação especial para discutir a construção de um trânsito mais humano e seguro para todos. E isso inclui a valorização da mulher na área, como um importante agente em defesa da VIDA.
 
"Nós mulheres temos o grande desafio de multiplicar este sentimento de preservação da vida que trazemos gravado no nosso DNA. Afinal, quem carrega e tem seu corpo preparado para ‘transportar’ vidas por nove meses tem este sentimento", reforça Diza Gonzaga.
 
No dia 23 de setembro, Diza Gonzaga é a convidada especial do movimento Mulheres de Trânsito para uma live no instagram @mulheresdetransito, a partir das 17h30.
 
“A Diza é uma referência na área e a vem para inspirar outras mulheres. Elas, por sua vez, vão se sentir mais motivadas nesta batalha diária que é o fortalecimento da mulher no trânsito”, explica Andreia Scheffer, advogada, presidente da Comissão de Trânsito da OAB-RS e membro do Mulheres de Trânsito.
O projeto envolve mais de 40 mulheres por todo o Brasil, com o intuito de promover a integração e valorizar o trabalho da profissional de trânsito. 
 
“A mensagem do movimento é a união, a sororidade. E não pretendemos apenas trazer as mulheres que atuam no trânsito e fortalece-las, temos a intenção de multiplicar conhecimento, alcançando cada vez mais pessoas. Somos mulheres unidas em prol de uma causa”, conta Andreia.
 
Para a Fundação Thiago Gonzaga, as mulheres são grandes aliadas. Exemplo disso é o projeto “Sou Boa No Volante”, que retrata personalidades femininas gaúchas e sua relação com o trânsito. Ainda, as estatísticas mostram que a direção feminina é mais consciente e segura: conforme o Detran-RS, apenas 25% das infrações registradas em 2019 foram cometidas por mulheres. Além disso, 92% dos motoristas que se envolveram em acidentes com mortes no ano passado no Estado eram homens. Esses dados demonstram que a postura feminina ao volante é mais responsável e prudente com a vida. E é isso que o movimento Mulheres de Trânsito procura destacar para toda a sociedade:
 
“Queremos trazer um novo olhar, uma sensibilidade – não no sentido de fragilidade, mas uma nova forma de enxergar problemas antigos, que envolvem segurança, educação e profissionalização no trânsito. Vemos uma ampliação da participação feminina na área nos últimos anos”, comemora Andreia.
 
LIVE MULHERES DE TRÂNSITO
Com Diza Gonzaga
23 de setembro, quarta-feira
A partir das 17h30
Ao vivo, no instagram @mulheresdetransito
Notícias relacionadas

 

 

Envie seu comentário!
Nome:  
E-mail:  
Comentário:  
Visual CAPTCHA
Por favor, digite as letras no campo abaixo:
 
02/10
Evento online/Facebook
23 e 24/09
Evento online/Nações Unidas
Saiba da novidades do Vida Urgente pelo Twitter Curta o Vida Urgente no Facebook Veja as fotos dos nossos eventos e ações no Flickr Assista aos vídeos publicados e conheça a Fundação