comunicação > notícias > ver na íntegra
A Fundação Thiago Gonzaga compartilhou a experiência de mais de 20 anos do Grupo de Apoio durante a 1ª Semana Gaúcha do Luto Parental
Natacha Gastal | Fundação Thiago de Moraes Gonzaga
04/07/2019
Fundação participa de audiência pública sobre luto parental
Brenda Parmeggiani | Comunicação Vida Urgente
“A perda do Thiago fez uma arquiteta deixar de construir no concreto das ruas para construir a vida e o bem no coração das pessoas, particularmente daquelas famílias, daqueles pais que, como ela, viviam, vivem e viverão a dor do luto da partida de seus filhos e filhas”. Foi assim que Regina Parmeggiani, psicóloga voluntária e uma das coordenadoras do Grupo de Apoio Vida Urgente, apresentou Diza Gonzaga e a criação da Fundação Thiago Gonzaga em audiência pública realizada na Assembleia Legislativa, na última quarta-feira, dia 3 de julho.
 
O evento faz parte da 1ª Semana Gaúcha do Luto Parental e a Fundação participou com a experiência desse trabalho pioneiro no mundo. Regina compartilhou um pouco dos 20 anos de trajetória do grupo e explicou o objetivo desse espaço de diálogo entre pais e mães: “São feitas trocas de vivência, de experiências, de como estão sendo enfrentados os momentos de nova caminhada da família a partir da perda de um filho ou filha. O Grupo de Apoio trabalha pela vida num propósito educativo e sensibilizado pela dor de levar a esses pais uma possibilidade de resgate emocional nas suas vidas, o que se esparge à família, à sociedade gaúcha... Nessas duas décadas, já são mais de 600 famílias atendidas”, concluiu a psicóloga.
 
Diante dessa realidade, Mário Silveira Rheingantz, dirigente do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos da Defensoria Pública do RS, destacou que a instituição “precisa estar preparada para o atendimento das pessoas em luto de forma humanizada e acolhedora”. 
 
Para o Secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do RS, Catarina Paladini, “o estado tem disposição e solidariedade para participar da construção da pauta sobre luto parental, acompanhando a movimentação das organizações sociais”.
 
A audiência pública sobre o luto parental foi promovida pela Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa. A 1ª Semana Gaúcha do Luto Parental é uma iniciativa da ONG Amada Helena e ocorre até domingo, dia 7 de julho. O evento de encerramento da programação, “Pais para Sempre”, contará com uma apresentação do Coral Vida Urgente, a partir das 16h30. O encontro será na sede da Amada Helena (Rua Tiradentes, 53) e a entrada é gratuita.
Notícias relacionadas

 

 

Envie seu comentário!
Nome:  
E-mail:  
Comentário:  
Visual CAPTCHA
Por favor, digite as letras no campo abaixo:
 
02/06
ao vivo/no Facebook
30/05
ao vivo/no instagram
Saiba da novidades do Vida Urgente pelo Twitter Curta o Vida Urgente no Facebook Veja as fotos dos nossos eventos e ações no Flickr Assista aos vídeos publicados e conheça a Fundação